fbpx
Alugar apartamento Doutor Frete

Alugar apartamento: Passo a passo completo

A saga para alugar apartamento parece interminável, não é mesmo? Entre a primeira visita e a tão sonhada mudança há uma série de ações e medidas que precisam ser tomadas.

Mas não se desanime! Com um pouco de conhecimento esse processo tende a ficar bem mais simples.

Por isso elaboramos um passo a passo para alugar apartamento com tranquilidade e segurança. Com ele você conseguirá planejar da melhor maneira todas as etapas dessa fase da vida tão tumultuada e, ao mesmo tempo, tão prazerosa.

Alugar apartamento: fique atento a região

Na hora de iniciar a busca por um apartamento, é fundamental escolher regiões que sejam agradáveis e que estejam localizadas em áreas estratégicas para o seu deslocamento.

Porém, mais do que escolher regiões atraentes, é preciso analisar se as despesas com o novo imóvel caberão no seu orçamento. Lembre-se de colocar no cálculo o aluguel, o condomínio e outras taxas.

Veja nossos conteúdos sobre os melhores bairros para se morar em:

Visite o imóvel algumas vezes antes de alugar um apartamento

Visite o apartamento selecionado em dias e horários diferentes. Assim, além de verificar todos os detalhes do imóvel, será possível observar a luminosidade, os barulhos da rua e do condomínio, a segurança do local, entre outros aspectos.

Separe todos os documentos solicitados

Se você decidiu ficar mesmo com o imóvel, então chegou a hora de separar alguns documentos. Essa é, sem dúvidas, uma das etapas mais burocráticas na hora de alugar apartamento.

Embora a lista varie conforme a imobiliária, os principais documentos solicitados tanto ao futuro inquilino quanto ao fiador, caso haja, são:

  • Carteira de identidade;
  • CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de renda que seja igual ou superior a três vezes o valor do aluguel.

Consulte outras condições para alugar apartamento

Se você não quiser ou não tiver um fiador, tudo bem. Existem outros tipos de garantias locatícias oferecidas por algumas imobiliárias.

Fiança locatícia por cartão de crédito

Essa é uma modalidade que não exige a comprovação de renda. Você só precisa apresentar seus dados pessoais, um cartão de crédito com limite superior a quatro vezes o valor do aluguel e o comprovante da última fatura. A análise do cadastro é feita em até 15 minutos.

Clique aqui para saber mais.

Seguro fiança

Nesse tipo de garantia você deve adquirir uma apólice de seguro em que o locador é o beneficiário. Quanto maior a cobertura, maior será o valor a ser desembolsado por você.

Título de capitalização

Assim como o seguro, o título de capitalização é destinado ao locador. Ou seja, caso haja uma inadimplência, ele tem direito a resgatar o título para quitar as pendências. O valor depende da análise do seu crédito, mas costuma variar em oito a dez vezes o valor do aluguel.

Depósito

Algumas imobiliárias podem solicitar um depósito de duas a três vezes o valor do aluguel como uma forma de garantia. Ao final do contrato, essa quantia é devolvida.

Alugar apartamento não precisa ser uma experiência complicada
Alugar um apartamento | Foto: Monica Silvestre

Leia a Lei do Inquilinato

É fundamental que, antes de assinar o contrato, você leia a Lei Nº 8.245/1991 , conhecida como Lei do Inquilinato. Ela regulamenta os direitos e deveres de todas as partes envolvidas em uma locação de imóvel. ​

É determinado, por exemplo, o dever do proprietário em alugar um imóvel que esteja em plenas condições de moradia e do inquilino em zelar e entregá-lo nas mesmas condições em que recebeu.

Leia o contrato com atenção e realize uma vistoria final no apartamento O contrato é peça-chave no processo de locação. Por isso é fundamental que você o leia com bastante atenção para verificar se está de acordo com todas as cláusulas e se elas respeitam as determinações da Lei do Inquilinato.

Verifique, dentre outros aspectos:

  • Dados pessoais seus e do locador;
  • Dados do imóvel; Valor do aluguel;
  • Data de vencimento do aluguel;
  • Índices de reajuste que serão utilizados;
  • Prazo do contrato;
  • Descrição das despesas a serem pagas pelo locador e pelo locatário.

Clique aqui e confira também as principais regras e deveres ao se morar em um condomínio.

Se você estiver de acordo com todas as informações apresentadas, faça uma última vistoria no apartamento para observar se todos os acordos foram cumpridos. Essa atitude te resguardará de ser cobrado futuramente por algum problema que já havia no imóvel antes da sua mudança.

Ufa, finalmente a saga de alugar apartamento acabou! Agora você já pode se mudar tranquilamente para o seu novo imóvel. Confira dicas de como contratar uma empresa de mudança clicando aqui.

Conte conosco nessa etapa!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Faça parte da comunidade Doutor Frete e receba dicas sobre mudança, embalagens e decoração para sua casa.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.